Processo Produtivo

Concentrando o Grafite

  • Mineração

    O minério de grafite é extraído das minas com o uso de máquinas escavadeiras que carregam caminhões basculantes com o minério bruto.
    Todo o processo de extração segue um plano de lavra, facilitando a seleção do minério mais adequado a produtos finais.

  • Homogeneização

    A deposição desse minério no pátio de alimentação é sistematizada para formar pilhas de alimentação em camadas.
    O objetivo é reduzir a variabilidade natural do minério.

  • Concentração Mecânica

    O minério é submetido a sucessivas moagens e processo de separação mecânica das impurezas presentes no grafite. A concentração mecânica objetiva a máxima recuperação do grafite presente no minério, preservando suas características físicas.

  • Concentração Química

    A concentração com uso de químicas é utilizada na remoção das impurezas remanescentes no grafite previamente concentrado mecanicamente. A Nacional de Grafite emprega e trata os resíduos de concentração química de forma a não poluir o meio ambiente.

  • Filtragem e Secagem

    Após a concentração química, o grafite é lavado intensamente com água desmineralizada, atingindo pH neutro. Em filtros tipo prensa e secadores rotativos, a umidade restante é removida.

TRABALHANDO COM AS PROPRIEDADES FÍSICAS

  • Classificação

    Técnicas de peneiramento são utilizadas para classificar as partículas do grafite concentrado, atingindo a distribuição granulométrica desejada.

  • Moagem

    Moinhos de jato e martelo moem o grafite concentrado até que ele atinja o tamanho desejado. As partículas moídas são classificadas possibilitando controlar a distribuição granulométrica do produto gerado. Os diferentes métodos de moagem e classificação permitem formatar a partícula, dando ao grafite características distintas de densidade e de superfície específicas.

  • Briquetagem

    Neste processo produzem-se grãos de grafite aglomerado para o uso como carburante e aditivos de carbono.

  • Intercalação

    Devido à sua anisotropia extrema, o cristal de grafite permite que sais sejam intercalados em sua estrutura. Aquecidos, esses sais evaporam provocando o rompimento de ligações inter planares, “expandindo” o grafite. A Nacional de Grafite desenvolveu processos de intercalação e expansão do grafite compatíveis com o meio ambiente.